Liberto pela verdade

Meu nome é TOHON BEA GIDEON. Cresci numa família cristã e tentei fazer o meu melhor para agradar a Deus. Sempre estive bastante interessado nas atividades da igreja. Meus líderes espirituais viram em mim certo zelo e me deram algumas responsabilidades na igreja. Mas depois de alguns anos fiquei desencorajado porque nenhum dos meus líderes me visitava. Decidi seguir meu próprio caminho. Durante este período eu costumava ouvir a voz de Deus me dizendo que eu Lhe pertencia e que meu lugar era na Sua igreja. Toda vez que ouvia a voz eu não a levava em consideração e ficava até irritado contra Deus. Eu trabalhava numa companhia e aconteceu que quando fui pedir meu salário, de súbito a coisa ficou tão séria que acabei indo para a cadeia; mas todas as coisas juntas contribuem para o bem daqueles que amam o Senhor.

Estando na prisão cumprindo a pena de dois anos, Deus mandou-me um confortador. Era um ancião Adventista do Sétimo Dia. Ele abria a Bíblia, me ensinava e orava por mim. Desde aquele dia, eu achei graça e me tornei amigo dos guardas. Eles me permitiam estar no pátio da prisão. O ancião se propôs a estudar o seminário de Apocalipse comigo. Toda vez que ele vinha na prisão e abria a Bíblia e me ensinava estas verdades que eu nunca havia ouvido antes, a paz invadia minha alma. Sim, a Bíblia diz: “e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”. Embora na prisão, eu me sentia livre. Logo fui liberto e retornei para casa. Este irmão e um evangelista vieram me visitar. O evangelista se aprofundou nos estudos comigo e finalmente fui batizado.

Entendi que Deus permitiu que eu fosse para a prisão para que eu encontrasse Sua verdade. Louvado seja Seu Nome! 

Foto abaixo: Irmão TOHON BEA GIDEON