O sequestro de Bathélemy Kassa

Pierre e Anne-Marie Gbaguidi estão trabalhando em KPEROU-GUERA. Eles estabeleceram um Pequeno Grupo em BARKPEROU. Todo dia de Sábado eles juntam 8-10 pessoas para o culto. O último Sábado que haviam ido para a reunião, se deram conta que algo estava errado. Todos estavam com as faces de tristeza.

            A família que os acolhia, em cuja casa efetuavam as reuniões, apresentava um sério problema. Seu filho mais novo de sete anos, havia sido sequestrado a quatro dias. Anúncios no rádio e outras investigações não resultaram em nada. A família estava totalmente desanimada.  Não podendo fazer mais nada, os evangelistas os convidaram a orar. Eles leram a passagem de Miquéias 7: 7, e passaram aquela manhã de Sábado em oração e confortando a família. Eles os deixaram com as promessas de esperança e segurança em Deus, pois Ele sempre ouve as súplicas angustiantes.

            No meio da noite, o próprio sequestrador trouxe o menino de volta, e o soltou na encruzilhada mais próxima da região. Que milagre! Eram cerca de duas horas da manhã quando o menino chorava, e tinha suas mãos atadas. Deus providenciou alguém em seu auxílio, que o levou para casa. A família se regozijou grandemente quando encontraram o menino. Ele contou que haviam quatro crianças trancadas em um quarto muito escuro e eram alimentadas apenas com pão e água durante os quatro dias. A polícia está trabalhando arduamente para encontrar e resgatar as outras três crianças, dois meninos e uma menina. Estamos orando por elas. Glória a Deus por este milagre! O nome do menino é Bathélemy Kassa, e seu pai chama-se Chabi Thomas;